Quais são os dois tipos de seguro de transportes no mercado?

No Brasil, os índices de roubos são muito altos e prejudicam cada vez mais a população. Por isso, há algumas maneiras no mercado que servem para amenizar possíveis prejuízos e assim tornar uma viagem com mercadorias mais tranquila.

Você já ouviu falar no seguro de carga? Ele serve para proteger bens e mercadorias de possíveis danos, roubos e perdas durante um processo de transporte, garantindo uma indenização para que ninguém saia no prejuízo. Além disso, há a possibilidade de estender a cobertura enquanto as mercadorias estiverem em um armazém.

Dentro desse tipo de seguro há o RCTR-C (Seguro de Responsabilidade Civil do Transportador Rodoviário de Carga) que possui a contratação obrigatória por parte da empresa de transporte e o seguro de transportes, contratado pelo dono da carga e é facultativo, ou seja, não é obrigatório comprar.

Esse segundo tipo de seguro está relacionado aos transportes, seja por vias terrestres (ferroviária e rodoviária), águas (mar e rios) e aéreas. Dentro desse modal, há dois tipos de seguro de transporte: o nacional (referente ao mercado interno) e o internacional (para quem faz compras e vendas fora do país).

A categoria de transporte nacional pode ser adquirida em apólices avulsas, ou seja, uma para cada viagem e está incluída a cobertura de roubos realizados a mão armada, seja relacionado às mercadorias ou do próprio veículo.

Além disso, cobre situações de acidentes referentes a colisão, tombamento, capotagem, explosão, abalroamento e incêndio.  

Já o seguro de carga internacional deve ser contratado de acordo com os possíveis riscos durante o trajeto e o documento para preenchimento de dados é feito baseado no Incoterms – Termos Internacionais de Comércio, em português.

Esse tipo de serviço é muito importante, pois além de cobrir situações de perigo durante toda a viagem, também cobre o frete, diversas despesas e até impostos.

Para quem passou por algum problema ou situação que precisou do seguro de carga, o prazo para receber a indenização é de 30 dias, desde que tenha apresentado toda a documentação prevista na seguradora.

Portanto, para quem possui empresas/negócios que envolvam transporte de cargas ou pessoas que costumam comprar/vender mercadorias é muito importante procurar uma corretora de seguros e contratar um modal que se encaixe no tipo de transporte para evitar dor de cabeça e claro, não perder dinheiro.

Caso ainda tenha alguma dúvida a respeito do assunto, ligue para o telefone da SUSEP – Superintendência de Seguros Privados, o número é (11) 3224-5000.